Central de Atendimento: (11) 2942-3030 | vendas@decorwatts.com.br solues para seus projetos e necessidades de eltrica profissional ou usurio final
ÔĽŅ
materiais elétricos materiais elétricos materiais elétricos materiais elétricos materiais elétricos materiais elétricos materiais elétricos materiais elétricos
Cat√°logo Novo Padr√£o Brasileiro de Tomadas

Novo Padr√£o Brasileiro de Tomadas

1) Por que o Brasil precisa de um padr√£o?
Hoje, no Brasil, existem mais de dez modelos de plugues diferentes e quantidade semelhante de tomadas, gerando uma situa√ß√£o de risco de choque el√©trico ao usu√°rio e de sobrecarga na instala√ß√£o el√©trica (conex√£o de aparelhos projetados para tens√Ķes e correntes diferentes da tomada) e desperd√≠cio de energia, atrav√©s da dissipa√ß√£o de calor (uso de adaptadores inadequados para conectar muitos equipamentos em uma √ļnica tomada). O padr√£o √© sin√īnimo de seguran√ßa.

2) Por que o Brasil n√£o adotou o padr√£o internacional de plugues e tomadas?

Porque o padr√£o internacional n√£o existe. Cada pa√≠s desenvolveu o seu pr√≥prio padr√£o, impossibilitando a cria√ß√£o de um padr√£o √ļnico. O padr√£o estabelecido no f√≥rum da Associa√ß√£o Brasileira de Normas T√©cnicas ¬Ė ABNT foi desenvolvido considerando a conectividade com os plugues hoje existentes. O padr√£o √© conectavel com 80% dos aparelhos el√©tricos atuais.
Alguns países possuem um padrão: Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Canadá, México Chile, França, Portugal, Espanha, Itália, Suíça, Japão, Austrália, entre outros. Cada um deles adota um padrão diferente.

3) Quais s√£o as vantagens do padr√£o?

Com a tomada padrão, em novo formato de poço, sextavada (talhada em seis faces), os consumidores, principalmente as crianças, não correrão mais o risco de tomar choques elétricos. Outras vantagens são a de que o padrão promove a adaptação de voltagens diferentes que existem, hoje, em nosso país e ajuda a combater o desperdício de energia.

4) Mas como funciona o formato padr√£o?

No formato atual (sem o poço), no momento do encaixe do plugue na tomada, o usuário entra em contato com os pinos do plugue, que estão em contato com a parte viva da tomada, o que acarreta o risco de tomar choques elétricos.Com o padrão o consumidor não correrá o risco de tomar choques no momento da conexão do plugue com a tomada, pois o contato acidental com o dedo não é possível.

5) Quer dizer que os plugues novos v√£o encaixar nas tomadas atuais?

Sim. As dimens√Ķes e as dist√Ęncias entre os furos (p√≥los ) da tomada padr√£o permitem o encaixe (a inser√ß√£o) de plugues redondos com o formato atual em mais de 80 % (oitenta por cento) dos aparelhos atualmente comercializados, garantindo a conectividade dos plugues e as tomadas atuais com os plugues e tomadas padr√£o.

6) Mas o que vou fazer com os 20 % (vinte por cento) dos aparelhos que atualmente n√£o s√£o contemplados com a conectividade?

Para a conexão desses aparelhos, será necessária a utilização de adaptadores. Mas ressaltamos que, para estes casos, o ideal é trocar a tomada.
O Inmetro ciente da utilização de adaptadores, elaborou o Regulamento de Avaliação da Conformidade - RAC, que tornará compulsória a certificação desses produtos.

7) Aquele fiozinho que tem pendurado atr√°s da minha geladeira, vai desaparecer?

Sim. Aquele fiozinho, da geladeira e de v√°rios outros eletrodom√©sticos, que a grande maioria das pessoas nem sabe para o que serve, tem a mesma fun√ß√£o do chamado "3¬į pino" dos plugues e tomadas do padr√£o brasileiro: aterrar o equipamento. S√≥ que, como as constru√ß√Ķes n√£o ofereciam aterramento, o fio ficava sem fun√ß√£o. Agora, o fio desaparece e o aterramento ser√° feito atrav√©s do plugue e da tomada com 3 p√≥los.

8) Mas o meu prédio não tem aterramento?

Especialmente no caso daqueles produtos que necessitam do fio terra, tais como refrigerador, microondas e m√°quina de lavar roupa, o benef√≠cio total do plugue padr√£o s√≥ ser√° totalmente alcan√ßado se o consumidor trocar a tomada na qual vai conectar especificamente esses aparelhos, para fazer o devido aterramento. Aos poucos, com o passar dos anos, mais e mais constru√ß√Ķes estar√£o com o aterramento, mais e mais pessoas ter√£o os benef√≠cios desse aspecto do padr√£o brasileiro de plugues e tomadas.

9) Estou pensando em construir uma casa. Vou ter que fazer o aterramento?

Sim. A Lei 11.337, de 26 de julho de 2006, determina que todas as novas edifica√ß√Ķes precisam ter o aterramento da rede el√©trica. Aproveite e j√° instale a tomada padr√£o. Voc√™ estar√° construindo a sua casa com muito mais seguran√ßa. A seguran√ßa n√£o √© s√≥ do consumidor, mas tamb√©m das instala√ß√Ķes.

10) Pelo visto essa mudan√ßa vai ocorrer de forma muito tranq√ľila, sem causar nenhum transtorno para os consumidores, para a ind√ļstria eletroeletr√īnica ou da constru√ß√£o civil?

Sim. Com a ampla divulga√ß√£o do padr√£o brasileiro, isto vai acontecer de forma tranq√ľila como a esperada. Todos os t√©cnicos das partes envolvidas trabalham tentando ao m√°ximo reduzir os impactos que uma mudan√ßa desta magnitude poderia gerar para os consumidores, para a ind√ļstria e tamb√©m para os varejistas que vendem plugues e tomadas. A mudan√ßa √© para valer. Todo este esfor√ßo tem um s√≥ objetivo: aumentar a seguran√ßa dos usu√°rios de plugues e tomadas, reduzindo o risco de choques. A frase √© antiga, mas vale: uma grande caminhada come√ßa com o primeiro passo. E √© isto que estamos fazendo. Dando o primeiro passo. O nosso convite √© que voc√™ caminhe com a gente.

Fonte: http://www.inmetro.gov.br/qualidade/pluguestomadas/duvidas.asp

ÔĽŅ
Rua Ant√īnio de Barros, 1.100, Tatuap√© ‚Äď S√£o Paulo ‚Äď SP ‚Äď CEP: 03401-000

Fone: (11) 2942-3030 | vendas@decorwatts.com.br